quinta-feira, 19 de outubro de 2006

Reticências

Jú Mancin

Ouvindo O mundo é um moinho, Cartola.

Tem hora que eu preciso falar e não consigo, tem hora que eu não posso e, acontece às vezes, de não poder e não conseguir, assim juntos, sabe?

Tô assim, vou deixar os três pontinhos, e quem quiser, entenda como quiser.

...

8 comentários:

Jú & Lú disse...

rs... eu sei o que é isso. Reticências no entanto é sempre melhor que ponto final, dois pontos ou ponto e vírgula!

E viva a pontuação. Só a interrogação é que mata!

Vira e mexe eu tb me sinto assim... uma confusão de acentos, pontos e vírgulas. Uma redação confusa e subjetiva. Ainda bem que não sou escritora... rs...

LU

Jú & Lú disse...

Hahahaha...eu adoro reticências.

O ponto final é útil de vez em quando.

A vírgula é quase sempre foda, pode funcionar como aquele maldito "mas", aliás, não é a interrogação que me mata, eu gosto dela, sou conspiradora, e sempre conspiro em meu favor, o que me mata de fato, é o "mas"...

Jú Mancin

Jú & Lú disse...

Seguindo a linha "O que mata" tem um outro tão atormentador quanto o "mas", é o "se", esse acaba com a vida...

Jú Mancin

Jú & Lú disse...

Contanto que não seja o Djavan falando "Se", tá beleza, eu até gosto.

Teoria do Caos rocks!

LU

Jú & Lú disse...

O "se" do Djavan mata tb, de desgosto!

Jú Mancin

Sérgio ou Primeiras horas da manhã! disse...

Como são interessantes estas inquietações femininas, adorei estas que dizem respeito a linguagem. Jú, tenho certeza de que você fala bastante, álias qualquer mulher fala muito e age muito pouco no tanque, na secadora, no fogão!

Jú & Lú disse...

Dãããããã...

Começou bem, mas merdou no final, Serginho...
hehheehhehehee

LU

Jú & Lú disse...

Tem razão Serginho...

Mas sou imensamente pró-ativa em áreas muito mais interessantes.

:-)

Jú Mancin

Site Meter