quarta-feira, 4 de maio de 2005

Ae Lú, a Teoria do Caos não podia faltar.

Jú Mancin
Ouvindo Nutshell, Alice In Chains

Teoria do Caos é foda demais para essa minha mente atormentada, gera muita discussão, todas absolutamente infundamentadas, até porque o discurso é embasado no “Achismo”.

O Efeito Borboleta dá asas à imaginação, né?! Imagina se (óia, lá vem o SE de novo) pararmos pára pensar em quantas possibilidades o “SE”, na condição de conjunção subordinativa condicional, nos dá...

Se aquele dia eu não tivesse ido pescar!
Se eu não tivesse saído do Regina Mundi.
Se meu pai não tivesse resolvido mudar de casa naquele ano.
Se minha mãe não tivesse coragem.
Se eu tivesse falado Não!
Se eu tivesse falado Sim!
Se o Bush tivesse morrido no parto.
Se o Che resolvesse ficar em Rosário na Argentina.
Se o Gael fosse meu vizinho..Ops..rs

Se, se, se, se, se...

Parece aula de estatística, probabilidade...

Mas no fundo, como é que vamos saber o que teria acontecido???

Sei lá, tudo muito confuso, hein Lú?! Hahahaha

Um comentário:

Lu disse...

Querida companheira blogueira,
confusas, nós sempre seremos! Loucas, graças a Deus, também. De humor duvidoso, sempre! De mãos dadas com a boemia, completamente!

Agora....imagina SE a gente não tivesse se conhecido??????

Aí sim... buraco negro, antimatéria, apocalipse, etc, etc....

Site Meter