terça-feira, 21 de novembro de 2006

*taciturno*

Jú Mancin

Ouvindo Domingo no Parque, Gilberto Gil

Shhhhhhhhiiii...

Ouve! Ouve o silêncio!
Neverland está dormindo. Shhhhhhhhhhhhhiii!

Na vitrola, um disco meio riscado, tocando baixinho e repetindo "eeeeu sou, eu sou egoísta, eeeeu sou!", "se você acha que tem pouca sorte, se te preocupa a doença ou a morte, se você se sente receio do inferno, do fogo eterno, de deus, do maaaal"...

É. Eu provo o vinagre e o vinho, e quero ter tentação no caminho. Mas não hoje.

Hoje, eu vou dormir, de conchinha com o Peter, na silenciosa terra do nunca.

Shhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhiiii...

9 comentários:

oplagio disse...

tomara q vc se transforme em mil e pra cada ju
um eu.

Sérgio, Tiago e Raphael disse...

O vinagre às vezes tem gosto de vinho, e vice e versa.

Jú & Lú disse...

É, o mais puro gosto do mel, é apenas defeito do fel... o do vinho deve ser defeito do vinagre!

Sérgio, Tiago e Raphael disse...

Ou indução.

Desafinado disse...

Quem tem medo de brincar de amor?

Jú & Lú disse...

E por falar em medo que lembra covardia que lembra valentia me lembrei do Marcelo Camelo...

"...ê-ê, ele não é de nada, oiá, essa cara amarrada é só, um jeito de viver nesse mundo de mágoa..."

Quem tem medo de brincar de amor?

Hein??? Risos...

Jú & Lú disse...

No momento confesso de uma lust for life... sim, eu tenho.

Pavor, eu diria.

LU

Jú & Lú disse...

Risos...

Eu sou uma farsa. Tb tenho...

Jú & Lú disse...

Eu ouvi assim uma vez:

"Eu queria ser 1000 vezes mais para então poder ser um para vc."

O que dói é ter que contar com o limite de cada um. Dói mesmo é saber que só pode ter aquilo e que mesmo sendo pouco, é muito mais do que vc aguenta.

É tudo uma grandessíssima merda amassada.

LU

Site Meter