segunda-feira, 3 de agosto de 2009

.na hora do adeus.

Sunflowers

ju mancin

d °_° b versos perdidos, zeca baleiro

um dia há de acontecer. vou responder a esse seu adeus xôxo e melancólico com minha saída triunfal, em silêncio e, do jeitinho que você me ensinou, sem olhar pra trás. partirei sem lágrima, sem drama… nem cebola, nem morangos, levando uma mala cheia de lacunas que não foram por nós preenchidas…

e na parede nenhum quadro a colorir, só a mancha do tempo, daquele velho van gogh amarelo que compramos num sábado ensolarado numa feira de antiguidades fakes bem aqui no meio da maior cidade da américa do sul. vitrola calada, estante vazia, luz apagada, cortinas abertas e a janela fechada guardando o cheiro da resposta pra nossa velha pergunta. viramos bolor! morremos de dor! nem saudade hei de deixar…

um dia há de acontecer…

18 comentários:

Juliana disse...

e será a melhor cena de toda a peça, daquelas que nem todos aplaudem pq não entendem, mas vc se aplaudirá - por dentro e de pé! -, pq se doou demais pra isso acontecer, assim, desse jeitinho! um dia há de acontecer...

conheci vcs através do Dani Bedotti, não sou blogueira mas de vez em qdo venho visitá-las e sempre me sinto em casa! um beijo Ju e Lu, e prazer em "conhecê-las".

ju mancin disse...

pois volte e sinta-se em casa! amigos dos amigos são sempre mais que benvindos!!!

Lu disse...

Ju, seja bem vinda ao nosso modesto café, rs...
Venha sempre!!!!

Lindo o post, me lembra uma daquelas paisagens amarelas meio liláses quando o sol começa a beijar o asfalto da estrada.

Saudade do vento morno prolongando todo esse adeus.

Lu M

Lu disse...

meio lilases foi foda.
mal ae... to aprendendo a escrever ainda.

rs...

ju mancin disse...

qual seria o plural de lilás??? rs

plurais by pedro henriques...a carol ainda vai ficar rica com esse menino...rs

é...meu adeus é amarelo mei lilás em fim de tarde de brisa quente... q bom q vc me entende taaaanto...rs

GMacin disse...

lindo. me inspirou até a reativar meu outro blog.

Daniel disse...

Me lembra algumas cenas vivdas por mim, mas sempre eu do outro lado.
Beijos

Um devaneio disse...

Só faz sentido...

raTo! disse...

mas que caralho, hein!

beijoooo

Ginger disse...

"...tudo aquilo que poderia ter sido e que não foi..." acho que foi o Bandeira que disse isso em algum de seus poemas ou sei lá quem, sei que essa frase nunca saiu da minha cabeça...

Anônimo disse...

Ola, meu nome é Camila e achei esse blog no blog do Caçula...
Meninas, era só para dar uma espiadinha e estou aqui ha 40 minutos...
Parabéns, espero ser "bem vinda"!!
MUITO BOM MESMO!!

BEIJOS

Lu disse...

Oi Camila!
Seja sempre muito bem vinda aqui!
Adoramos novas visitas!

Grande beijo
Lu Minami

ju mancin disse...

é! nós adoramos novas/nossas visitas!

sinta-se em casa e volte sempre pra mais um café e/ou um cigarro...
se não volta só pra sentar com a gente na soleira da porta e ver a tarde caindo sobre algum prado mundo afora e ouvir a vitrola chiando um blues velho ou qualquer coisa assim...

seja sempre benvinda!!!

Anônimo disse...

VOLTAREI SIM COM CERTEZA!!
ALIÁS, NEM SAI AINDA...
ESTU AQUI ME DELICIANDO/ENCONTRANDO COM ESSES TEXTOS ADORÁVEIS.

BEIJOS

Anônimo disse...

Oi, ju e lu

comenheci esse blog falando com vcs a alguns bons anos. Desde então sou um leitor frequente, mas vcs nunca me fizeram um agrado desses. tipo: seja bem vindo... e coisa e tal...

A propósito, que belo texto, mulher.

Desafinado.

ju mancin disse...

Mas ói q coisa... fazendo manha a uma hora dessas na nossa cozinha!!! rs

Saiba vc, senhor Desafinado, que é mais que bem vindo, não só em nosso café virtual, como na nossa calçada na hora do pôr-do-sol ou num cantinho apertado naquele balcão sujo do nosso boteco... mais uma dose, estamos sempre afim...rs

Obrigada!!!

Lu disse...

Ai quanto mimimimi, desafinado. rs...

como disse a ju, vc ja esta na calcada... o que eh mais intimo do que qualquer salinha de estar ou banheiro da familia. rs...

POnto portugues traço disse...

curto conto curto

Site Meter