terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

TAB

Lu Minami

Ouvindo: Minha risada, vendo um trecho de Borat no YouTube.

Engraçado é sentir um cansaço enorme quando se está pulando e dançando.
É hilário você amar alguém, mesmo sabendo que a odeie profundamente. Chega a ser estranho mesmo odiar aquele que sempre esteve do seu lado, te fazendo feliz, te fazendo gozar loucamente (a vida e todo o resto). Chega a ser uma esquete mal feita de um filme de humor negro.

Só Borat é melhor que isso.

Esta semana, todos que deveriam ter morrido e virado pó nas minhas lembranças idiotas, me ligaram sem ter o que dizer, mas dizendo um mundo de coisas que eu não quero entender, mas entendo. E também, nesta mesma semana, pessoas que eu nunca dei crédito me fizeram sorrir e acreditar um pouquinho que seja, na loucura que é todo esse oceano de possibilidades que me cerca. Eu, quase afogada e, uma mão que talvez fosse a última que eu lembrasse foi quem me puxou de volta à superfície. Por mais que eu não goste de Alanis Morrissete, é inevitável responder: Yes, Alanis... it´s ironic.

O samba gostoso é viver levemente. Mas alguém disse, abençoado seja, que pra fazer um samba é preciso um bocado de tristeza. De perda, de historias idiotas e que não valem nada, mas significam o último centavo para completar 1 milhão. Alguém também disse que viver é difícil, que a paz é quase extinta e o que vale é o amor e a amizade, não importe quanto tempo durem.

Fico vigiando, secretamente nos pensamentos pré-sono, as seguintes perguntas:
Quando é que todo esse teste vai acabar?
É realmente necessário tudo isso?
Vou ter tudo de volta?
Mas, Luciana... você quer tudo de volta?


Hoje eu fui ao médico e ele me disse:
- Você sofre de TAB.
- Quê?
- Transtorno Afetivo Bipolar. Você caminha entre a melancolia e a euforia todo o tempo do seu dia.
(silêncio, seguido de uma gargalhada chorosa)
- Pô, doutor. Mas essa é a minha vida!

9 comentários:

Sunset disse...

bah, não acredita nesse médico, você é poeta e sente muito, só isso.


=*

Lu disse...

rs... e poeta não é bipolar não?
Uma hora fala de tristeza e outra hora fala de alegria.

Gente louca...

Saudade de vc, anamesmo!
LU

Desafinado disse...

Como é ser poeta? Talvez seja melhor ser poeta, não?

Desafinado disse...

*digo: não ser poeta!

Lu disse...

Pois é, desafinado.
Pelo menos é romantico ser poeta. E quem não é poeta, mas é bipolar?

rs.... life sucks.

Lu

Lu disse...

Pois é, desafinado.
Pelo menos é romantico ser poeta. E quem não é poeta, mas é bipolar?

rs.... life sucks.

Lu

Lu disse...

Pois é, desafinado.
Pelo menos é romantico ser poeta. E quem não é poeta, mas é bipolar?

rs.... life sucks.

Lu

Jú (ei-Ju-vacometatu) disse...

sejamos poetas!

batatinha quando nasce, ESPALHA-RAMA pelo chão, menininha quando dorme põe a mão no coração!!!

minha veia poética está assombrosa hoje!!!

gabi disse...

Gatona,
Adorei o seu texto!
E pode contar comigo. Pro que der e vier! Vc sabe né... a gente é da mesma raça de cachorro!

Lov/u!
Gabi.

Site Meter