sexta-feira, 6 de novembro de 2009

.não queira se guardar, não queira se mostrar.

ju mancin

d °_° b love me two times, the doors

ela estava calada. há dias calada. não havia nada que a pusesse a falar, também pudera, ela não saberia o que dizer. há dias ela sentia as pernas frouxas, o coração aos pulos e nos olhos o fogo de outros olhos. há dias ela pensava em silêncio, sem pronunciar palavra…

na verdade não havia surpresa naquela descoberta, afinal, nem era uma descoberta. desde o princípio, ela sempre soube… mas a delícia da comprovação de sua teoria a fazia corar. a fazia calar. sempre fora menina xereta, fascinada pelo fundo do mar e pelas lendas dos tesouros e pelos bravios navegantes caçadores dos tesouros, e mais que tudo, pelos piratas que enfrentavam os bravios navegantes e tomavam-lhes os tesouros. admirava as conchas e achava incrível que o ventre de um molusco nojento cultivasse um grão e o pintasse em tão belo matiz. as pérolas. tinha paixão pelas pérolas. pela transformação das pérolas, assim como pelas lagartas, que hora ou outra ganhavam asas e vermelhos, verdes e amarelos. ela era sabida no que dizia respeito ao coração. não ao coração dos homens, já que esses sentiam em números, ela sabia do coração das ostras, das pérolas, das lagartas e borboletas.

ela estava feliz. há dias feliz. há dias com as pernas frouxas e o coração aos pulos. há dias com olhos no fogo de outros olhos. e isso era tudo e ela não podia falar…

8 comentários:

De disse...

Deixa a menina sambar em paz!!!

Lula Molusco

bob esponja disse...

estou pronto! promoção!

Diana. disse...

gosto de tudo que leio aqui.
me encontro em varios.

Lorena Bobbit disse...

bonito!

Daniel disse...

Interessante.
Eu estava já pensando em algo triste e de repente percebo que é o contrário. Motivos de felicidade. Isso me agrada demais.

Beijos

Lu disse...

por que vc escreveu tudo que tava guardado aqui dentro em segredo????
=)

sincronicidade sempre.
te amo, flor!

Lu M

raTo! disse...

hum, feliz, sorriso no rosto, pernas frouxas... do começo ao fim do texto, hehe.

beijooo

ju mancin [eu mesma a mim própria] disse...

essas coisas guardadas por muito tempo precisam da luz do sol, de ar fresco... senão viram bolor e aí já viu, né?!

love.U Lu!

Site Meter