quarta-feira, 1 de julho de 2009

No poço de estrelas apagadas

Lu Minami

Ouvindo: Lived in Bars
(Cat Power)

É madrugada. Os sons do bairro soturno e boemio da cidade se confundem com alguma voz doce e rouca que sussurra através das caixas de som precárias. O copo de conhaque vai secando aos poucos. Péssima escolha, colocar cubos de gelo para descer menos quente. 


O cigarro terminando, as cinzas aumentando. E ela na doçura da noite não consegue se lembrar da última vez em que derrubou a luz dos olhos em algo que estremecesse todo o seu corpo. 


Ah, inventa... escreve coisas absurdas. Pensa em frases tolas, diálogos que nunca vão existir, pessoas que nunca vão chegar e, se chegarem, passarão sem vê-la. 


Quanta tristeza, não? Mas nem isso sente mais. Quer sentir muito, transbordar de loucura, mas os pés firmemente fincados no chão do firmamento nublado não a deixam desanuviar a nuvem espessa que cobre a sala de estar do seu peito. 


E decide, louca e cheia de si, se trocar para a lua que enche aos poucos no céu todo negro. 


Botas até o joelho, uma calça de plástico barato e uma blusa cheia de bordados, rendas, transparências. Colares, brincos e pulseiras adornam um corpo cheio de vontade e algumas dobras inevitáveis do tempo. 


Tira o borrão do olho preto e passa batom. Escolhe lavanda para o pescoço e os ombros, caso apareça um abraço despretensioso ou uma trombada descuidada. Se olha no espelho uma última vez para ajeitar o cabelo marcado pelo coque da manhã. 


Caminha suavemente para o sofá e senta com um cigarro pela metade, esperando a madrugada levá-la e adormecê-la no mundo dos sonhos perpétuos e pela metade. 

5 comentários:

ju mancin disse...

eu ia dizer algo mais, mas esse post me fez desejar um cigarro e um conhaque!

te conto na mesa do boteco...

beijo!

Lorena Bobbit disse...

lindo.

Coltrane disse...

"mas os pés firmemente fincados no chão do firmamento nublado não a deixam desanuviar a nuvem espessa que cobre a sala de estar do seu peito"

me convida pra conhecer essa sala...

Tatiana disse...

Conheci o blog por um link postado no facebook pelo Valente..
Escrevo apenas para dizer que adorei - de agora em diante vou acompanhar sempre...
É muito difícil encontrar, em meio à febre de blogs semi-analfabetos, um que use as palavras com tanta beleza...
Parabéns!

Lu disse...

Oi Tatiana,

venha sempre então!
Aqui sempre tem um café, um cigarro e uma jukebox te esperando.

bjs
Lu Minami

Site Meter