segunda-feira, 2 de julho de 2007

ViDa

Lu Minami

Ouvindo: Black Rooster
(The Kills)



O que acontece entre você e eu não poderia ser explicado por Freud, Jung, Arnaldo Jabor, Nelson Rodrigues, Quiroga, Nietzsche, Chico Buarque, Paulo Coelho ou Xico Sá. Eu não sei por que falo com você e você não faz a mínima idéia do que está fazendo quando ensaia nossos encontros e as nossas musicas.

Existia um pavor mutuo que, no meu caso, já se foi. Eu já deixei de ter medo de algo com você. Mas parece que você ainda continua amedrontado com a idéia de bater de frente comigo e enfrentar todo o meu mundo, as paredes e portas de possibilidades. Você parece saber que o muro é frágil e pode ser facilmente derrubado para que outro seja construído e eu lhe dei todas as cópias das chaves e as britadeiras necessárias. Inclusive daquelas que nem imagino quais portas ou janelas abrem. E?

Se a minha insônia não tinha fundamento antes, agora ela habita minhas madrugadas com propriedade. E não que eu queira que você segure a minha mão para sempre e me conduza por um caminho de flores. Puta merda, não! Eu quero que suas mãos façam outras coisas e me conduzam para as estrelas, isso sim. Não é que eu queira suas pernas entrelaçadas nas minhas de manhã, preguiçosas e lânguidas. Não, eu quero que elas se debatam por cima de mim e que morram no fim da madrugada. Não preciso das suas juras de amor; eu quero só a sua respiração rápida no meu ouvido... isso sim seriam sinos cantando na minha cabeça. Não fale do meu ombro delicado e dos meus olhos profundos. Não são nada disso; eu e minhas partes só conspiramos a um único objetivo.

Não me trate como uma menina babaca, eu sei o que você pensa durante o banho. A única coisa que você precisa aceitar é que eu gostaria de estar nele para te fazer feliz. Entre amaciar seus joelhos e massagear suas costas de sabão.

Percebe? Ainda não?

Deixe os jantares sofisticados para se empanturrar de hot dog prensado em meio a detritos da semana passada na van de madrugada até não sobrar uma célula saudável dentro dos nossos estômagos. Vamos beber vinho ruim e pinga com mel até nosso fígado gritar, estirado na sarjeta de alguma calçada, em frente a algum boteco sujo e mal freqüentado. Venha me visitar em lençóis sujos e mal lavados, com cheiro barato de colônia de almíscar, para encontrarmos algum segundo de beleza. Vem me acompanhar em passeios no centro, os cinemas proibidos, fumar o proibido, encontrar o diferente, se alegrar com o inusitado e a pouca vergonha. Eu não acredito no seu terno, no seu palm top, no seu celular e nas suas reuniões. É tudo desculpa para não querer passar essa noite imunda comigo.
Diga um uníssono eu te amo com hora para morrer e acabar. Eu não ligo, eu diria que te amo também, até o sol voltar a nascer no asfalto desses prédios sem outdoors, cheio de pichações e palavrões. Eu vou embora e te deixo em paz, afinal minha capacidade para amar dura pouco. Pode me prensar na porta do banheiro da balada, com cheiro de vômito e frases na porta de meninas que viraram prostitutas e homens que preferiram à segurança de um pau ao cabelo perfumado da garota do colégio. Vamos mutilar as convenções, retalhar o pudor, arregaçar a política e a educação e convidar o inferno dos minutos daqueles sem esperança para habitar nossos neurônios e hormônios.

Uma noite apenas, ao som do injusto, da podridão, do barulho alto e desafinado. Paremos de desejar controlar a morte iminente. Façamos morrer nossas almas juntas. Só assim deve valer a pena

5 comentários:

carol disse...

Ahhhhhhhh...Luuuuuuuu!!!!
Se eu fosse vc, mandava esse texto pra ele...!!!! Será q ele ia entender alguma coisa??!!! hahahahahahahahahahaha...
Bjs,
Carol

sunset disse...

por que todo texto teu sempre se encaixa na minha atual situação?
Sua bruxa!

Lindas palavras

Ernesto disse...

Po.. não sei quem te inspirou a escrever esse texto... Mas se o vacilão não se ligar, liga você pra mim... que passo essas noites sujas na sua compania com o maior prazer! (e põe maior nisso)! hehehe

Sunset disse...

WOW!

Juba & Lula, informo que voltei com meu blog.... devagar, claro, mas em breve coloco mais coisas lá.

=*

Jú & Lú disse...

ernesto???
puta merda, se eu nao soubesse quem é, juro que ficava assustada!

hahahaha

Lu

Site Meter