quarta-feira, 6 de junho de 2007

...minha quase Itabira...

Jú Mancin

d °_ ° b Luar do sertão, Vicente Celestino

é que de onde eu venho se bebe assim, a três
às três e às seis se bebe também

de onde eu venho tem lua, tem poesia e boemia
tem amigos, saudades e abraços

de onde eu venho distância separa corpos
mas une corações em doces e eternas cantigas

tô voltando!

2 comentários:

Out of tunes disse...

De onde eu venho virou quadro na parede. Te dou de presente!


GOOD!

GMacin disse...

Eu nao vim de la, mas eu vou tb

Site Meter